HPC e IA com foco em exascale

O novo portfólio combinado é capaz de abranger uma arquitetura de supercomputação de ponta a ponta passando por computação, interconexão, software, armazenamento e serviços, sejam eles entregues on-premises, em sistema híbrido ou na nuvem – uma realidade cada vez mais presente nas operações de TI em tempos de transformação digital.

As ofertas atendem qualquer experiência e uma variedade de workloads em qualquer escala, desde sistemas pequenos e únicos até supercomputadores de classe exascale, incluindo soluções de modelagem e simulação para previsão do tempo e para os setores de manufatura e energia, e inteligência artificial e análise de big data para medicina de precisão, veículos autônomos, imagens geoespaciais e serviços financeiros. Começando em um único servidor e expandindo-se para os maiores supercomputadores, o portfólio combinado pode atender de maneira abrangente às necessidades de supercomputação de qualquer data center.

Atendendo ainda à principal estratégia de negócios da HPE para os próximos anos, a companhia informa que o novo portfólio também está disponível para aquisição como serviço, aliado à oferta HPE Greenlake.

A Hewlett Packard Enterprise, empresa global em tecnologia focada no desenvolvimento de soluções inteligentes que permitam às organizações coletar, analisar e tomar decisões continuamente em cima de dados alocados na nuvem.

 

Saiba mais sobre como as soluções de HPC podem ajudar você a acelerar resultados e melhorar precisão.

Velocidade e precisão de resultados para pesquisas laboratoriais com HPC

Você já se perguntou o que a computação de alto desempenho faz pela saúde?

Dentre muitas facilidades que a tecnologia nos permite usar no cotidiano, sabemos que um dos grandes diferenciais está dentro de hospitais e em clínicas de pesquisa.

As soluções HPE de HPC auxiliam na decifração das medicações com simulações computacionais, que é uma ferramenta ideal para medicina personalizada. Ajudam a identificar quais tratamentos têm maior probabilidade de serem eficazes para um paciente individual, o que pode reduzir o risco de tratar desnecessariamente um paciente com um protocolo caro, arriscado ou altamente invasivo.

A computação de alto desempenho permite que os cientistas analisem conjuntos de dados muito maiores em menos tempo, porque esta tecnologia é capaz de realizar um quintilião de cálculos por segundos. Com este desemprenho, centros de pesquisa decifram medicações com simulações computacionais de alto nível.

Desta forma, pode ajudar laboratórios a identificar quais tratamentos têm maior probabilidade de serem eficazes quais tratamentos têm maior probabilidade de serem eficazes para um paciente individual, o que pode reduzir o risco de tratar desnecessariamente um paciente com um protocolo caro, arriscado ou altamente invasivo.

Com uma solução de computação de alto nível você reduz o intervalo entre coleta, análise e publicação possibilitando o avanço na descoberta de tratamentos atualizados, a computação de alto desempenho (HPC) sempre vai estar presente, facilitando e ajudando o progresso de tratamentos.

 

Saiba mais sobre como as soluções de HPC estão ligadas à saúde.

Acelerando descobertas científicas complexas com Computação de Alto Desempenho

A Hewlett Packard Enterprise (HPE) anunciou hoje que entregará o supercomputador de classe exascale mais rápido do mundo para a Administração Nacional de Segurança Nuclear (NNSA) do Departamento de Energia dos EUA (DOE) a uma velocidade recorde de 2 exaflops – 10 vezes mais rápido do que o supercomputador mais poderoso existente. O novo sistema, que o Laboratório Nacional Lawrence Livermore (LLNL) nomeou El Capitan, deverá ser entregue no início de 2023 e será gerenciado e hospedado pelo LLNL para uso pelos três laboratórios nacionais da NNSA: LLNL, Sandia National Laboratories e Laboratório Nacional Los Alamos. O sistema permitirá simulação e modelagem avançadas para apoiar o estoque nuclear dos EUA e garantir sua confiabilidade e segurança.

A HPE está otimizando o El Capitan do DOE para fornecer simulações exploratórias 3D complexas e demoradas para missões da NNSA que os atuais supercomputadores de ponta não conseguem gerenciar com sucesso. O El Capitan fornecerá oportunidades para os pesquisadores explorarem novos aplicativos usando cargas de trabalho emergentes e intensivas em dados, como modelagem, simulação, análise e IA para apoiar futuras missões da NNSA.

O El Capitan do DOE usará os processadores AMD EPYC ™ de próxima geração, codinome “Genoa”, com o núcleo do processador “Zen 4”, GPUs AMD Radeon ™ Instinct de próxima geração, baseadas em uma nova arquitetura otimizada de computação e a AMD de 3ª geração Arquitetura Infinity, que fornecerá uma conexão de alta largura de banda e baixa latência entre as CPUs e as GPUs.

Os pesquisadores do LLNL usarão o sistema para explorar novos aplicativos que integram a IA e o aprendizado de máquina nas cargas de trabalho do HPC e já estão aplicando as soluções de supercomputação e IA da HPE para fazer avanços nas iniciativas de pesquisa médica e medicamentosa, incluindo:

Acelerando a descoberta de medicamentos contra o câncer de seis anos para um ano por meio de uma parceria com a GlaxoSmithKline (GsK), uma empresa farmacêutica multinacional, o National Cancer Institute e outros laboratórios nacionais do DOE por meio do consórcio ATOM.

O LLNL está gerenciando o novo sistema para a NNSA e desenvolveu técnicas emergentes que permitem aos pesquisadores criar modelos mais rápidos e precisos para missões primárias na modernização de estoques e fusão por confinamento inercial (CIF), um aspecto essencial da administração de estoques.

Os pesquisadores do LLNL usarão o sistema para explorar novos aplicativos que integram a IA e o aprendizado de máquina nas cargas de trabalho do HPC e já estão aplicando as soluções de supercomputação e IA da HPE para fazer avanços nas iniciativas de pesquisa médica e medicamentosa, incluindo:

  • Acelerar a descoberta de medicamentos contra o câncer de seis anos para um ano por meio de uma parceria com a GlaxoSmithKline (GsK), uma empresa farmacêutica multinacional, o National Cancer Institute e outros laboratórios nacionais do DOE por meio do consórcio ATOM.
  • Compreender a dinâmica e mutações das proteínas RAS que estão ligadas a 30% dos cânceres humanos, colaborando com o National Cancer Institute e outras instituições parceiras.

 

Quer saber como as soluções de Computação de Alto desempenho podem ajudar você?

Trazendo agilidade, simplicidade e economia extraordinárias ao HPC através da Nuvem Híbrida

Em todos os setores, as empresas estão sob severas pressões competitivas para entregar e oferecer suporte a produtos e serviços de maior qualidade e mais personalizados por meio de modelos de negócios em plataformas digitais. Para enfrentar esses desafios em toda a cadeia de valor, a Computação de Alto Desempenho (HPC) desbloqueia várias cargas de trabalho inovadoras de computação orientada a dados, como análise de dados de alto desempenho (HPDA), inteligência artificial / aprendizado profundo (AI / DL) e outras. O HPC está, portanto, crescendo a uma taxa sem precedentes e muitos clientes do HPC que usam amplamente os data centers locais, estão explorando a computação em nuvem para melhorar a experiência, a agilidade e a economia do usuário final.

As nuvens públicas podem ser atraentes para alguns clientes, fornecendo flexibilidade, escalabilidade, pagamento por uso e custos mais baixos para suas cargas de trabalho HPC. No entanto, eles são de baixo desempenho, caros ou difíceis de personalizar para a crescente diversidade e complexidade de muitas cargas de trabalho de HPC e AI / DL com uso intensivo de dados, específicas do setor. Por outro lado, para esses fluxos de trabalho, as nuvens privadas (no local ou fora do local, fornecidas por um provedor de serviços gerenciados) podem ser altamente personalizadas com integração legada para fornecer HPC significativo recursos com experiência e agilidade do usuário final na nuvem.

 

Descubra como as Soluções da HPE para HPC pode ajudar você nessa jornada!